domingo, 21 de março de 2010

Em entrevista exclusiva, Bruno fala sobre infância, polêmicas e momentos difíceis

Goleiro do Flamengo revela ao 'Esporte Espetacular' que já pensou em parar de jogar, chorou por causa do futebol e pede desculpas às mulheres

Bruno em entrevista ao 'Esporte Espetacular'

Líder dentro de campo, franco fora dele. Esse é o goleiro do Flamengo Bruno, que concedeu uma entrevista exclusiva ao "Esporte Espetacular". O produtor Thiago Asmar conversou com o camisa 1 rubro-negro. Ele falou sobre sua criação, momentos difíceis na carreira, seleção brasileira e que já até pensou em largar o futebol.

Depois da polêmica frase que repercutiu tanto nas últimas semanas ("Quem nunca saiu na mão com a mulher?"), Bruno se explicou, pediu desculpas a todas as mulheres e lembrou que tem duas filhas e que jamais permitiria que tocassem nela. O episódio ocorreu depois da vitória do Flamengo sobre o Resende, quando o goleiro tentou defender o companheiro Adriano sobre a confusão do Imperador com sua noiva, em uma favela do Rio de Janeiro.

Momentos difíceis e até de choro

Campeão brasileiro com o Flamengo no ano passado, o camisa 1 lembrou um momento difícil durante a competição, que o fez até pensar em pendurar as luvas. No início do returno, o time perdeu para o Cruzeiro, por 2 a 1, no Maracanã, e a torcida o culpou pelo segundo gol sofrido. Naquele momento, Bruno pensou em dar um tempo no esporte, mas recebeu o apoio dos amigos, do técnico Andrade e de pessoas do clube.

Ele ainda lembrou dois momentos que o fizeram chorar no futebol. O primeiro, quando foi rebaixado à Série B do Brasileiro com o Atlético-MG, e o segundo, quando o Flamengo foi eliminado da Libertadores de 2008 pelo América do México, no Maracanã. Até hoje, o goleiro está com o time mexicano engasgado na garganta.

O capitão do Flamengo também falou sobre seu treinamento para defender pênaltis e o sonho de defender a camisa amarelinha da seleção brasileira.


Fonte: GloboEsporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário